Apresentação

Em Outubro de 1945 havia no Porto vários praticantes de desportos de Ar Livre, nomeadamente Campismo.

Estes desportistas praticavam as suas actividades uns individualmente, outros integrados em equipas ou grupos de escuteiros. Criaram então a Associação de Campismo do Porto. Porém, mais tarde, em 1947, esta mesma Associação transformou-se, em CLUBE DE CAMPISMO DO PORTO,  sendo a data oficial 14 de Agosto de 1947. Ao longo destes mais de cinquenta anos. O CCP tem pugnado pela expansão não só do Campismo mas, também de todas as actividades abrangidas pela designação de Ar Livre, Montanhismo, Espeleologia, Escalada, Caravanismo, estendendo-se as suas actividades não só pelo País, mas também além fronteiras.

Presentemente, o C.C.P. conta com 10.000 Associados.

A sua primeira grande obra (para a época), foi a abertura, em 1949 da Casa Abrigo de Belói (S. Pedro da Cova). Também em 1954, por iniciativa do nosso Clube, embora sendo propriedade da paróquia local, foi inaugurado em Fontelo de S. Domingos (Douro) um outro Abrigo que mais tarde viria a ser desactivado.

A nível do Porto são bem conhecidos os esforços que durante muitos anos desenvolveu para que a Cidade fosse dotada de um parque de campismo digno, o que foi conseguido, quando em 1961, a Misericórdia do Porto, sob a orientação do nosso Clube, criou o Parque da Prelada. Durante vários anos, este Parque esteve sob a orientação e responsabilidade do nosso Clube. Outro marco histórico foi o II  Acampamento Nacional, realizado em Ofir, em Agosto de 1952. Pela primeira vez em Portugal, um só Clube, a pedido da Federação, realizou um acampamento desta envergadura.
Entretanto outros se seguiram:

  -  VI Acampamento Nacional, em Azurara, Vila do Conde, em    Agosto de 1965.

  -  XII Acampamento Nacional, em Lamas do Mouro, em Junho de 1979.

  -  XIII Acampamento Nacional, na Quinta do Cidral "Alcobaça" em Junho de 1981.

  -  XIX Acampamento Nacional, na Vagueira, em Junho de 1994.

Também fomos o primeiro Clube nacional a realizar um acampamento além fronteiras, em Vigo, Espanha, em colaboração com outros Clubes daquele País, o que, atendendo à situação política de então, foi um acto notável.

Uma das grandes ambições do Clube, a criação de um Parque de Campismo, concretizou-se em 1969, com a abertura do Parque de Esmoriz.

A Federação Portuguesa de Campismo  entregou-nos a administração do seu  Parque de Mondim de Basto em 1985, tendo-se denunciado unilateralmente 21 anos depois, em Novembro de 2005. Em 1998 o Clube iniciou a administração do Parque de Campismo do Penedo da Rainha, em Amarante.

Tal como outras colectividades, também o C.C.P., sofreu as vicissitudes do regime vigente até 1974, tendo-lhe sido imposta em 1955 uma comissão Administrativa.

O C.C.P. tem estado sempre receptivo a tudo o que represente cultura ou desporto, tendo tido várias Secções: Filatelia, Xadrez, Banda do Cidadão, Aquariofilia, e Fotografia. Presentemente, em pleno, apenas funcionam a Montanha, o Cicloturismo e Pedestrianismo.

A de maior projecção tem sido a Secção de Montanha, não só no País como no estrangeiro. Entre outras actividades, salienta-se a ascensão, em Setembro de 1987, do Monte Branco (Alpes Franceses), com 4807 metros de altitude, onde foram cravadas a flâmula da Secção e as Bandeiras do Clube e da Cidade do Porto e Nacional, por uma equipa formada exclusivamente por Portugueses.

Esta proeza foi repetida em 1991, tendo então sido atingido o Monte Tacui (4248 metros)  também nos Alpes.

Alguns membros desta Secção têm frequentado escolas de escaladas no estrangeiro ao mesmo tempo que tem criado cursos de escalada no nosso país, principalmente na nossa Cidade e arredores.

Além de ter sempre representantes dos Corpos Directivos na Federação Portuguesa de Campismo, o CCP também, pertenceu à Direcção da Federação Internacional de Campismo e Caravanismo.

Em 1979, por despacho da Então primeiro-ministro Eng. Maria de Lourdes Pintassilgo, o Clube foi considerado de "Utilidade Publica".

Também em 1988, a Câmara Municipal do Porto atribui-lhe a MEDALHA DE VALOR DESPORTIVO- Grau Ouro.

Finalmente, em 1997, foi agraciado com a  MEDALHA DE OURO da Cidade de Esmoriz.